SABE O QUE EU QUERIA AGORA…

Segunda-feira, 05 de abril de 2021… Hoje é a primeira segunda, do quarto mês de 2021… A serenidade o silêncio e a paz daqui de dentro deste Lar de Idosos é quebrada insistentemente pelo alarido que as denúncias, reclamações e gemidos produzidos lá fora pelos efeitos da Pandemia nos chegam trazidos pelos diversos meios de comunicação…

Eu idoso de oitenta e pouco, bem que tento me desligar só que não sou bem sucedido… Aí me chega à memória a letra de uma canção lançada em 2003 (18 anos) pelo compositor e cantor mineiro Vander Lee, morto à quase 5 anos, (05 08 2016) em Belo Horizonte. O músico que havia passado mal durante uma aula de hidroginástica, foi logo internado no Hospital Madre Teresa, no bairro Gutierrez, na Região Oeste da capital mineira, onde veio a falecer…

Acredito estar me sentindo agora, assim como o autor da melodia na época da autoria de sua composição, escutem e leiam comigo…

Sabe o que eu queria agora, meu bem?… Sair, chegar lá fora e encontrar alguém …
Que não me dissesse nada… Não me perguntasse nada também
Que me oferecesse um colo, um ombro… Onde eu desaguasse todo desengano…
Mas, a vida anda louca… As pessoas andam tristes… Meus amigos são amigos de ninguém…

Sabe o que eu mais quero agora, meu amor?… Morar no interior do meu interior…
Pra entender por que se agridem… Se empurram pro abismo…
Se debatem, se combatem sem saber…

Meu amor… Deixa eu chorar até cansar… Me leve pra qualquer lugar… Aonde Deus possa me ouvir…
Minha dor… Eu não consigo compreender… Eu quero algo pra beber… Me deixe aqui, pode sair…

Sabe o que eu mais quero agora, meu amor?… Morar no interior do meu interior…
Pra entender por que se agridem… Se empurram pro abismo…
Se debatem, se… Se combatem sem saber…

Meu amor… Deixa eu chorar até cansar… Me leve pra qualquer lugar… Aonde Deus possa me ouvir…
Minha dor… Eu não consigo compreender… Eu quero algo pra beber… Me deixe aqui, pode sair…

Então, leitor(a), você já pode fazer uma boa idéia …

SABE O QUE EU QUERIA AGORA

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s