PRECISO ME ENCONTRAR…

Terça-feira, 06 de abril de 2021… Agora, que estou quase chegando aos oitenta e cinco anos, por vezes sinto a necessidade de trazer de volta o boêmio que larguei pelos caminhos da vida, em torno dos vinte e cinco… É claro, apenas na memória, pois faltam-me “balas na agulha para os disparos necessários“, com as limitações implícitas, pela idade …

Brincadeiras a parte, realmente, inspirado pelas músicas de época, busco sempre recordar as prazerosas ações “loucomotoras“, envolvendo fictícios relacionamentos e, me deleito, podem crer… Em um exemplo disso trago para aqui uma canção de Candeias e Cartola, que eu tive o prazer de saborear naquelas ocasiões…

Ouçam e acompanhem comigo… Quem canta é Zeca Pagodinho e Marisa Monte:

Genial, O Talento dedilhado de Yamandú Costa, O choro quase falado do Bandolin de Hamilton de Holanda, o teor boêmio e malandro de Zeca Pagodinho e a Melancolia sutil e divinal de Marisa Monte, fazem arrepiar até a alma!!!!

Deixe-me ir… Preciso andar… Vou por aí a procurar… Sorrir pra não chorar…
Se alguém por mim perguntar… Diga que eu só vou voltar… Quando eu me encontrar…

Quero assistir ao sol nascer… Ver as águas dos rios correr… Ouvir os pássaros cantar…
Eu quero nascer… Quero viver…

Deixe-me ir… Preciso andar… Vou por aí a procurar… Sorrir pra não chorar…
Se alguém por mim perguntar… Diga que eu só vou voltar… Quando eu me encontrar…

Quero assistir ao sol nascer… Ver as águas dos rios correr… Ouvir os pássaros cantar…
Eu quero nascer… Quero viver…

Deixe-me ir… Preciso andar… Vou por aí a procurar… Sorrir pra não chorar..
.

. …..SOLO DO BANDOLIM……

Quero assistir ao sol nascer… Ver as águas dos rios correr… Ouvir os pássaros cantar…
Eu quero nascer… Quero viver…

(Deixe-me ir preciso andar… Vou por aí a procurar… Sorrir pra não chorar)…
Se alguém por mim perguntar… Diga que eu só vou voltar… Quando eu me encontrar.

Se alguém por mim perguntar… Diga que eu só vou voltar… Quando eu me encontrar….

Pois é Leitores(as), mais do que nunca…

PRECISO ME ENCONTRAR

Esse post foi publicado em CRÕNICAS DE UM IDOSO. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s